Brasil assina céus abertos com Reino Unido

O memorando de entendimento foi assinado entre a brasileira Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), e a britânica Civil Aviation Authority (CAA).

Em teoria, um acordo individual com o Reino Unido já havia sido acertado em agosto deste ano. O avanço e conclusão das negociações, porém, dependiam da Anac abandonar de vez as conversas com a União Europeia (UE), que estavam atravancadas há anos. Ou seja, com isso agora concluído – a agência abandonou as negociações com a UE -, foi possível retomar as tratativas direta e individualmente com cada governo do continente.

“Depois da decisão brasileira por negociar diretamente com os países europeus, e não mais com o bloco da União Europeia, o acordo com o Reino Unido representa conquista de grande relevância para o mercado de transporte aéreo brasileiro”, apontou a Anac em comunicado oficial.

Companhias aéreas como a British, que mantém operações regulares de Londres a São Paulo e Rio, e ainda a Norwegian Air, que estreia em março de 2019 voos da capital britânica para a capital fluminense.
COMO FUNCIONA
No formato tradicional de céus abertos, o acordo prevê os seguintes fatores:

– Capacidade livre entre os dois países – ou seja, sem limite de voos.
– Abertura total do quadro de rotas – sem restrição de localidades a serem atendidas.
– Regime de liberdade tarifária
– Amplo compartilhamento de códigos (codeshare) entre empresas aéreas
– Direitos de tráfegos até a 5ª liberdade do ar – empresas aéreas dos dois países poderão explorar serviços regulares entre os respectivos territórios combinando pontos intermediários ou além em outros países, utilizando o chamado tráfego acessório

MAIS ACORDOS
A Anac está participando da 11ª edição do Evento de Negociação de Serviços Aéreos (ICAN 2018), que ocorre nesta semana no Quênia, África. De acordo com a agência, o encontro deve ainda “render avanços em negociações de novos acordos de serviços aéreos.”

Apenas em 2018, o Brasil já fechou acordos de céus abertos nos seguintes países: Estados Unidos, Finlândia, Holanda, Luxemburgo, Nicarágua, Seychelles e Moldova.

 

Fonte: Panrotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *